Skip to content

Entendes tú , o que esta lendo?

26 de fevereiro de 2016

image

O conhecimento teológico, associado a facilidade de acesso a internet, com grande numero de estudos, documentários, mensagens, além de videos com excelentes pregações, por mais seja um grande avanço, nem de longe quer dizer que a leitura bíblica seja colocada em segundo plano, porém nem sempre isso acontece.

Justamente porque muitos mesmo lendo, fazendo suas “supostas” aplicações do texto, conseguem ofuscar a clareza da afirmação bíblica, trazendo muitas vezes uma interpretação equivocada, mesquinha e até mesmo distorcida da verdade apresentada pelo texto.

Um exemplo bem clássico diz respeito a João 3.16 a 18:

16. Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho Unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.
17. Portanto, Deus enviou o seu Filho ao mundo não para condenar o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por meio dele.
18. Quem nele crê não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porque não acreditou no Nome do Filho unigênito de Deus.

A MORTE DO SENHOR RELACIONADA COM A ANTIGA E A NOVA ALIANÇA

Podemos ler primeiramente Hebreus 9:15-17: “Por isso mesmo, ele é o Mediador da nova aliança, a fim de que, intervindo a morte para remissão das transgressões que havia sob a primeira aliança, recebam a promessa da eterna herança aqueles que têm sido chamados.

Porque, onde há testamento [a mesma palavra para aliança no original], é necessário que intervenha a morte do testador; pois um testamento [aliança] só é confirmado no caso de mortos; visto que de maneira nenhuma tem força de lei enquanto vive o testador”.

Esses poucos versículos nos mostram a relação entre a morte de Cristo na cruz e a antiga e a nova aliança. Sob a antiga aliança, os homens pecaram da mesma forma que o fazem agora.

Uma vez que existia o pecado, havia a necessidade do Salvador. Se um homem pecou e não recebeu o perdão de Deus, ele terá de suportar seu próprio julgamento do pecado. Deus não pode perdoar o pecado do homem simplesmente pela Sua misericórdia. Fazer isso colocá-Lo-ia em injustiça. Por essa razão, na redenção à maneira de Deus, Ele estabeleceu o caminho da substituição.

Sob a antiga aliança, Ele utilizava muitos sacrifícios e ofertas para fazer propiciação pelos pecados do homem. Uma vez que muitos animais morriam a favor do homem, este recebia o justo perdão de Deus. A palavra “propiciação” no hebraico significa “encobrir”. Sob a antiga aliança, a propiciação era somente um encobrimento dos pecados do homem com o sangue de animais, pois a Bíblia claramente diz: “Porque é impossível que o sangue de touros e de bodes remova pecados” (Hb 10:4). Por essa causa, na plenitude dos tempos Deus enviou Seu Filho ao mundo para morrer pelos homens.

Anúncios

From → evangélica

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: